Ibovespa cai mais de 2% Acompanhando Bolsas no Exterior

0
113
ibovespa
(Foto: istockphoto)

O principal índice da bolsa brasileira, o Ibovespa, cai acentuadamente nesta segunda-feira (9), seguindo os mercados internacionais.

Com novos sinais de desaceleração na economia da China e preocupações com a continuidade do aperto monetário nos Estados Unidos pesando negativamente sobre as ações brasileiras.

Por outro lado, o dólar americano subiu fortemente em relação a várias moedas no exterior.

Queda do Ibovespa

O Ibovespa caía cerca de 2,00%, a 102.949, por volta das 12h30.

Por outro lado, o dólar subiu 0,90%, a R$5,1211. Na máxima, a moeda chegou a atingir o preço de R$ 5,1571.

O crescimento das exportações da China desacelerou para um dígito, o mais fraco em quase dois anos, enquanto as importações pouco mudaram em abril, à medida que medidas mais duras e mais amplas contra o Covid-19 atingiram a produção fabril e a demanda doméstica, exacerbando a preocupação da economia.

Os contratos futuros de minério de ferro chineses caíram até 7% nesta segunda-feira (9), caindo pela segunda sessão consecutiva, fazendo os preços do aço caírem quase 4%.

Bolsa Americana

Os principais índices de Wall Street abriram em baixa nesta segunda-feira, com o aumento dos rendimentos do Tesouro pesando sobre as ações em crescimento em meio à perspectiva de aperto monetário agressivo, com o sentimento ainda influenciado por preocupações sobre uma desaceleração na economia da China.

O S&P 500 abriu em queda de 1,02%, a 4.081,27, enquanto o Nasdaq Composite perdeu 1,82%, a 11.923,029.

Bolsas Asiáticas

As ações de grandes empresas da China (Blue-chips) caíram nesta segunda-feira sob pressão de empresas do setor financeiro e de consumo, com crescentes preocupações com o impacto econômico dos bloqueios do Covid-19 pesando sobre o sentimento, com novos dados refletindo uma demanda mais fraca.

Leia também

Siga nossas redes

Instagram

Facebook

Rate this post