Fundo de Investimento Imobiliário (FII) – O que é? Como investir de forma simples?

0
625
FIIS-Fundos-de-Investimento-imobiliário
Fundos de Investimento Imobiliário. (Foto: Adobe/Stock)

Sempre quis investir em imóveis, mas desistiu porque não tinha dinheiro para comprar um? Então descubra hoje o que seria um Fundo de Investimento Imobiliário (FII).

Investir em imóveis geralmente é um negócio seguro, porém a baixa liquidez pode ser prejudicial, pois você não pode comprar ou vender imóveis da noite para o dia.

Para quem quer investir em imóveis, sem problemas com liquidez, os fundos imobiliários estão atraindo cada vez mais investidores.

O que é um Fundo de Investimento Imobiliário?

Os fundos imobiliários são empreendimentos cujas ações podem ser adquiridas por qualquer investidor.

E embora as cotas estejam em nome do investidor, este não pode exercer qualquer direito real sobre os bens imóveis pertencentes ao patrimônio do fundo.

Além disso, você também não é responsável pelas obrigações legais ou contratuais relativas aos bens imóveis do Fundo.

Os fundos podem aplicar seus recursos em shoppings, prédios comerciais, hospitais, galpões logísticos, agências bancárias, etc.

Além disso, alguns fundos também investem em títulos imobiliários (CRI e LCI).

Como Investir em um Fundo de Investimento Imobiliário (FII) de forma simples?

Os fundos imobiliários são ativos do mercado de renda variável, o que significa que, assim como ações, a negociação de suas cotas ocorrem na bolsa de valores brasileira, a B3.

Para isso, é necessário realizar a compra das cotas por meio da plataforma de negociação (Home Broker) da sua corretora.

Ao contrário do que parece, esta é uma tarefa muito simples. Basta acessar a conta da sua corretora, abrir a plataforma e digitar o código do ativo que deseja comprar. Exemplo: HSML11, ALZR11, KNRI11.

Vantagens

Diversificação dos investimentos:

Com baixo valor de investimento, você já tem acesso a diversos tipos de imóveis em diversos setores, permitindo, então, diversificar seus investimentos a um custo geralmente acessível que permite aos investidores de varejo participarem desse mercado.

Liquidez:

Como as cotas são negociadas em bolsa, o risco de não conseguir vender seu ativo é muito pequeno. O risco de falta de liquidez é reduzido, mas está presente, já que podem ocorrer momentos de baixa liquidez no Fundo.

Isenção de Imposto de Renda:

O IR não incidirá sobre os rendimentos distribuídos às pessoas físicas, o que melhora o retorno do investimento. Para que o investidor receba o benefício, ele deve possuir menos de 10% das cotas do fundo, o fundo deve ter no mínimo 50 acionistas e as ações devem ser negociadas apenas em bolsa de valores ou no mercado de balcão.

Além disso, o investidor receberá uma renda mensal ao comprar cotas de fundos imobiliários, pois os fundos distribuem 95% do lucro líquido aos cotistas.

Deve ficar claro que esta isenção não se aplica em caso de valorização das cotas nas operações de compra e venda, se aplica a alíquota de 20% de IR nesses casos.

Riscos do investimento em um Fundo Imobiliário

Conforme mencionado anteriormente, o mercado de fundos imobiliários faz parte do mercado de renda variável. Isso significa que você está exposto a riscos de mercado, crises econômicas, situações adversas e imprevistas que afetam o setor imobiliário.

Portanto, a queda do preço dos imóveis, a redução da taxa de ocupação – chamada de vacância – atrasos na execução das obras, problemas com o imóvel são alguns dos fatores de risco que podem depreciar seus investimentos.

Custos

Outro ponto importante que o investidor deve considerar antes de fazer qualquer investimento, se relaciona aos custos operacionais.

Os fundos imobiliários têm uma taxa de administração que representa a remuneração da equipe que administra o fundo, bem como da equipe que faz sua distribuição. A porcentagem varia de FII para FII.

Existe também a comissão de desempenho que se cobra quando o fundo supera o índice de referência ou benchmark (IFIX). Essa taxa serve de bônus para a equipe por um bom resultado.

Existe também uma comissão de colocação, que é uma comissão pela venda das cotas dos FII’s.

Conclusão

Os fundos imobiliários são realmente uma ótima opção de investimento para quem quer aumentar seu patrimônio.

No entanto, é importante que o investidor faça pesquisas sempre antes de fazer uma aplicação.

Leia atentamente o prospecto e os regulamentos, analise quanto o fundo paga de dividendos e o valor patrimonial da cota se ela está cara ou barata (ágio ou deságio).

Deixe seu comentário e nos conte o que achou do conteúdo!

Obrigado por ler até aqui!

Rate this post