Real Digital: Criptomoeda Será Lançada no 2º Semestre de Acordo com Banco Central

0
516
real-digital-criptomoeda-sera-lancada-2-semestre
(Foto: istockphoto)

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, anunciou na última segunda-feira (11) que a criptomoeda brasileira, Real Digital, poderá ser lançada no segundo semestre do ano.

Em sua primeira fase, o lançamento será um piloto e não será aberto à população.

A CBDC (Central Bank Issued Digital Currency, moeda digital emitida por banco central) será uma versão digital do real, com valor baseado no Sistema de Transferência de Reservas (STR).

Este, por sua vez, é o “coração” do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB), onde acontece a liquidação final de todas as obrigações financeiras no Brasil.

Não há mais detalhes sobre como o Real Digital funciona. No entanto, Campos disse que, assim como bitcoin e outras criptomoedas, a moeda digital terá um limite de emissão, que é o valor máximo que pode ser emitido.

“Nós temos o STR, um sistema que liquida todos os ativos com o Real como garantia. Então vamos construir um sistema em cima disso, o STR digital, que será lastreado na moeda digital, Real Digital, e os bancos poderão emitir stablecoins em cima dos seus depósitos”, explicou o Presidente do BC no evento.

Ele vê as criptomoedas sendo usadas mais como espécie de investimentos do que como meio de pagamentos, mas acha que isso pode mudar se sua adoção se expandir.

Parceiros do Desenvolvimento da Criptomoeda

Em março, o BC anunciou a seleção de nove projetos para ajudar o desenvolvimento do Real Digital.

Por exemplo, o mercado Bitcoin é responsável pelo DvP (entrega e pagamento) de ativos digitais. Outras empresas e entidades selecionadas incluem Visa, Febraban, Tecban e Santander.

Leia Também

Siga nossas redes

Instagram

Facebook

Rate this post